TORNEIO DA PREFEITURA DE SÃO PAULO



OS TREZENTOS DE ESPARTA

Esse torneio foi uma verdadeira batalha . Vimos nos colegas professores da rede uma turma bem preparada para o torneio que aconteceu nesta quinta-feira, 10/12. Os generais com seus exércitos colocaram tudo que sabiam no tabuleiro. Contando com a equipe de árbitros da FPX , tendo o Cláudio como árbitro responsável. Conseguimos fazer 4 pontos em cinco. A expectativa da espera para a próxima rodada sempre foi um teste para a concentração.
Na primeira rodada jogamos uma Reti contra o professor César Cenatti da Vila Conceição . 1.Cf3 Cc6 2. d5 d6 3. g3 Bf5 4.d5 Cb4 5.Ca3 Dd7 6. c3 cxd5 7. Dxd5 e foi assim 1-0. Na
segunda rodada uma siciliana jogando de negras contra professor João Antonio de Sto Amaro. Dois pontos anotados após o apuro de tempo. Enquanto a guerra comia solta, vi muitos exércitos sendo derrotados. Consegui uma foto do João Antonio antes do final do torneio.
O magrinho aí foi osso duro, empreendeu um pesado ataque na f7 mas no final conseguimos superar. Espadas desembanhadas e seguiu-se a terceira rodada. Fomos enfrentar o Professor Alexandre Pereira da Escola José de Anchieta. Novamente de negras entramos numa siciliana contra um rating de 1830 . Um repentino xeque na última fila, nosso adversário permitiu que chegássemos com uma cadeia de três peões e4, d4 e c4 passados . Podemos dizer que este foi o jogo mais equilibrado que jogamos neste torneio.
Essa foto do colega nos deixou muito gratos de conhecer uma pessoa tão amigável e gentil. Não posso deixar de postar a providência que foi a torre e
m g8 evitando o mate da torre do nobre colega em f8, tendo meu rei sido encurralado e
m h8 pelo meu peão em h7 e o p
eão dele em h6. Ufa, quase não deu! O interessante deste torneio foi saber que já se passaram 15 anos desde a criação deste projeto ! E após 4 anos de prefeitura este foi
o momento mais perto que chegamos do XADREZ, MOVIMENTO EDUCATIVO. Já eram mais de três horas da tarde e o café das 5:20 já havia se perdido na lembrança. Observamos muita conversa, muitas amizades e nos vimos no primeiro tabuleiro da quarta rodada contra Waldomiro da DRE IPIRANGA, campeão de 2005 e rating de 1857. D
esta vez a falta de atenção deu seu grito mais alto e a avidez do meu oponente ceifou um peão e a qualidade de cavalo contra torre. Não foi possível segurar, mesmo estando melhor no tempo 2:00 contra 0:35; o mate inevitável de to
rre e rei contra o meu rei. Implacável esse homem. Fomos parar no 7º tabuleiro.
Todos concordaram unanimemente comigo que o que fez a diferença , foi o relógio do homem. Essa foto tiramos na última rodada também em que presenciamos o Waldomiro tomando a dama limpinha para o oponente. O relato do José dos Santos que jogou contra o Waldomiro foi o seguinte : "O Torneio de Professores está na 8ª edição.
..., jogamos 5 rodadas onde empatei com o Waldomiro na última rodada, e como sempre, fiz
uma lambança quando tinha o jogo na mão.

Segue logo abaixo a partida feita de memória hoje 11/12, o torneio foi
ontem. Alguns lances estão trocados e ficaram sem sentido, outros foram
suprimidos, hehe, mas a partir do lance 25 a posição está perfeita, vejam o
“feito” meu no lance 28, onde toco no bispo e vejo que fiz besteira (3 min
no relógio, ele com 1 min), penso, penso e agora toco no cavalo e vai-se
minha dama, novamente o efeito tempo, acho que preciso jogar mais
relâmpago(ping) para passar essa tensão que tenho com o relógio.

O Waldomiro no apuro de tempo pede empate que aceito rapidamente, pois tinha
um De5 com Txf7 arrebatador.

[Event "VIII Final Municipal de Xadrez (SME)"]

1. d4 d5 2. c4 c6 3. Cc3 Cf6 4. Cf3 e6 5. cxd5 cxd5 6. e3 Bb4 7. Bd2 Cc6 8.
a3 Bd6 9. Bd3 Bd7 10. O-O O-O {Achei interessante esta posição, pois reparem
está simétrica, mas após o lance das brancas resolvi não continuar esta
simetria.} 11. Ce2 e5 12. dxe5 Cxe5 13. Cxe5 Bxe5 14. f4 Bxb2 15. Tb1 Bxa3
16. Txb7 Bc6 17.Tb1 Te8 18. Cd4 Bd7 19. Te1 Bc5 20. Df3 Ce4 21. Bxe4 dxe4
22. Dg3 Dc7 23. Bc3 g6 24. Ted1 a5 25. Dg5 Be7 26. Dh6 Dxc3 27. f5 Bf6 28.
Tbc1 Bxd4 29. Txc3 Bxc3 30.Txd7 Bg7 31. Dg5 a4 32. fxg6 hxg6 ½-½ " No final ambos empataram acabando o torneio com 4.5 cada um. Aliás, fora o Rubinho do Bartolomeu de Gusmão no segundo tabuleiro os demais chegaram no fim do torneio com 4.5 via empate. Abaixo segue o emparceiramento da última rodada. Nesta última rodada o oponente foi o professor Adriano da DRE Tremembé. Gente fina também. Relatou depois de nossa partida o quanto é difícil tocar o projeto de xadrez sozinho. Cada êxito foi obtido de forma tenaz e sangrenta. Ninguém chegou para brincar, mas para levar o troféu. Nosso espírito foi este: -Jogar para ganhar. Mas como no relato dos 300, Leônidas tombou e também tombamos ...
- Mas nos erguemos na quinta rodada para tentar uma posição um pouco melhor. E foi o que aconteceu . Desta vez jogando de negras . Jogamos uma Defesa Siciliana fechada, empreendendo um ataque sobre o roque pequeno das brancas que tiveram a infelicidade de perder um bispo logo na abertura por conta de uma Arca de Noé, aplicada através de c5, b4 e a3. Infelizmente não deu pra ver os outros jogos no início mas depois o que se viu foi :- Empate
entre Waldomiro e José Antonio dos Santos; Rubindo levou a melhor contra Denilson Marcelo Bezerra e Marcos Alvarinhas do Tereza Margarida empatou com José Antonio dos Santos do Abreu Sodré e ficou em 4º lugar. Depois de tudo, ficamos em 5º lugar e Alexandre Vicentini em 6º. Abaixo seguem algumas as fotos do evento.












Até o Próximo ano ,neste mesmo evento !!!!

3 comentários:

jas70 disse...

Parabéns pelo excelente blog André !!

Gostei muito dos comentários sobre o torneio de professores!!

Abraços,

Prof José Antonio dos Santos
(último adversário do Waldomiro)

Anônimo disse...

fale para o waldomiro ñ ficar contente pq
em 2012 meu professor q é oficineirom vai jogar e pergunte para ele se ele lembra dum tal FERNANDO HENRIQUE SEVERO DA SILVA do CEU AGUA AZUL

jas70 disse...

Que legal, estamos já com prognósticos para 2012, olha o Xadrez fazendo suas contribuições, mas só um comentário, se ele se tornar professor, não de xadrez, mas das matérias curriculares normais, ele ficará igual a gente, professores, então estaremos em pé de igualdade, hehe.

Prof José Antonio dos Santos