GRAND SLAM 2012 : UMA PEQUENA VISÃO

O MAIOR EVENTO DE XADREZ EM SÃO PAULO
28/09/2012

  Em alto estilo a cidade de São Paulo abrigou o maior evento enxadrístico do ano. Com as presenças dos números 1,2,6, 7, 8 e 51 do mundo. A fria cidade da Garoa aquece o mundo do xadrez até esse dia 29.
O centro nervoso de toda a disputa é o famoso Parque do Ibirapuera, considerado o pulmão de São Paulo, ventilando mais essa edição.
 A DRE Butantã participou com 100 alunos  de um evento paralelo: - O Torneio Infantil. Vamos às fotos:





Vinicius e Anna

Bruno

Ana Paula

Letícia

Guilherme Dias

Lucio Da Silva


 Caruana x Anand

Carlsen x Karjakin

Krikor e eu

O CUBO

Aronian x Paco Vallejo


Susan Polgar e Gilberto Milos

Campeã da DRE BUTANTÃ

Vinícius Leandro 3º da DRE BUTANTÃ

SIMULTÂNEAS COMO ESTRATÉGIA DE TREINO

TREINO DE XADREZ EM MÚLTIPLAS POSIÇÕES
19/09/2012

Uma das estratégias que temos usado nas aulas do Projeto é a de propor que os alunos joguem simultaneamente contra vários tabuleiros e vários jogadores. Eis as fotos de hoje:



Dentre as regras que regem uma simultânea destacamos:
1º) O desafiado tem que jogar com as peças brancas;
2º) Um lance irregular perde a partida;
3º) O desafiante só pode mover as peças na frente do desafiado assim que este chegar ao tabuleiro.




DEFESA SICILIANA: AS CABEÇAS DE UMA FERA

DEFESA SICILIANA : -UMA DAS DEFESAS MAIS USADAS
São Paulo 01/08/2012

Tendo suas origens nos lances 1.e4 c5, a defesa siciliana goza de não poucas opções para jogadores aguerridos.
Suas origens remontam dos séculos XIV a XVII.
De natureza extremamente afiada, dá várias opções para brancas e negras principalmente para os de sangue quente.
O professor Gérson Peres Batista em seu livro:" O Espírito da Abertura",..  apresenta as principais variantes, a saber:
VARIANTE SCHEVENINGEN:
1.e4  c5
2.Cf3 e6
3. d4 cxd4
4.Cxd4 Cf3
5. Cc3 d6

VARIANTE RICHTER-RAUZER:
1. e4 c5
2.Cf3 d6
3.d4 cxd4
4. Cxd4 Cf6
5.Cc3 Cc6
6.Bg5

VARIANTE KAN:
1.e4 c5
2.Cf3 e6
3. d4 cxd4
4.Cxd4 a6

VARIANTE TAIMANOV:
1.e4 c5
2.Cf3 e6
3.d4 cxd4
4.Cxd4 a6
5.Cc3 Dc7
6.Bd3 Cc6
7.Be3 Cf6
8.0-0 Ce4

CONTINUA....

A SEMPRE VIVA DE ADOLF ANDERSSEN

VISITA AO PASSADO BUSCA COMPREENDER A ATUALIDADE

AS MENINAS DO CEU

SUB-10 FAZ SUA ESTRÉIA NA FINAL DO PACAEMBU


Podem dizer que as meninas não tiveram uma boa colocação, mas o fato de treinarem apenas uma semana já é motivo de congratulações. Este vídeo é em homenagem a estas pequenas guerreiras !
video


Parabéns  Danny, Camila, Gisele, Giovanna, Rafaela e Giulia. equipe sub 10 feminina da EMEF CEU BUTANTÃ.

MOTIVOS COMBINATÓRIOS

MOTIVOS COMBINATÓRIOS
São Paulo 22/07/2012


Os motivos combinatórios são definidos como sendo as características que regulam e permitem realizar manobras forçadas.
Os motivos sugerem como deve estar trabalhando os pensamentos do adversário.
Se queremos ganhar no xadrez, temos que encontrar um caminho para obter algum tipo de vantagem e depois disso buscar com aquela ou aquelas vantagens a de vitória.
Como exemplo vejamos o diagrama:



       Que desvantagens existem aqui para a colocação das peças pretas? Reformulando a questão : - Que motivos surgem aqui para uma combinação? Nosso trabalho aqui não é ver só as fraquezas grandes mas também observar que existem micro fraquezas com por exemplo a torre de d7 “está no ar”, ou seja sem defesa. Não temos a obrigação de defender todas as peças, porém, isso nos permite explorar essa debilidade.
Podemos neste caso capturar o bispo de f6 com nossa torre, se nossa torre for capturada pelo peão, cria-se um nova debilidade : - Rei exposto ! Neste ponto temos dois motivos para combinação: Torre sem defesa e Rei exposto. Podemos explorar a situação jogando:
Dg4 + Rh8
                                                                Dxd7

E as brancas ficam com uma peça de vantagem !

Neste simples exemplo vemos uma única combinação, porém num exemplo mais complexo poderá haver mais sacrifícios, com mais motivos combinações.




ATAQUE RESULTANTE:

É definido como a segunda fase de uma combinação onde se executam os recém-criados motivos de de um sacrifício executado
No exemplo anterior Dg4+ é esse ataque resultante.

POSIÇÃO DESIGNADA:

É a posição que aparece depois do ataque resultante.

POSIÇÃO CONCRETA

Foi a posição que apareceu depois de Dxd7.
Nem sempre a posição designada se combina com a posição concreta, mas foi possível ver que no exemplo acima isso aconteceu.

Vamos observar outro exemplo:


       Que desvantagens existem aqui na posição das peças pretas? Ou que motivos existem aqui para uma combinação ?
A ideia básica é abrir a posição do rei fazendo Dxh7 e mate com Th3, porém temos necessidade de protegermos as casa de fuga jogando Ce7 + primeiramente e logo em seguida caso o rei se mova para h8 vem Dxh7+ seguido de Th3#.

Podemos então concluir que em combinações há sempre sacrifícios, manobras forçadas, ideias, ataques resultantes, posição designada, posição concreta e vantagem decisiva.

GALERIA DÁ DESTAQUE A ALUNO DO CEU BUTANTÃ

VINICIUS LEANDRO DE OLIVEIRA FOI DESTAQUE
São Paulo 20/07/2012


   O aluno  da EMEF CEU BUTANTÃ, Vinícius Leandro Sena de Oliveira, alcançou destaque infantil no último domingo dia 15/07 no Tradicional Torneio de  Xadrez da Casa Amarela .
Ao marcar 2 pontos em 5 o jogador Vinícius foi presenteado com uma exemplar da revista AJEDREZ,  pela sua participação no evento. Aqui vai uma foto de autoria do site da Galeria de Xadrez Borba Gato:
Vinícius Leandro está atualmente com 1747 pontos de rating FIDE e está se preparando para disputar o Campeonato Brasileiro Escolar de Xadrez 2012 em Juiz de Fora MG.

DEFINIÇÕES DE COMBINAÇÃO

FRASES CÉLEBRES QUE AJUDAM NOSSA PRÁTICA
São Paulo, 18/07/2012

    Por Botvinnik : " Uma combinação é uma variante forçada com um sacrifício." (1939)
Por Romanovsky: "O conceito amplo de uma combinação, mantido pelos clássicos do xadrez, pode expressar-se pela simples definição: Uma combinação é uma variante forçada por meio da qual seu iniciador alcança um objetivo que tinha proposto alcançar." (1963)
Yasser Seirawan divide as combinações em três categorias:
1º) Combinações de xeque-mate;
2º) Combinações de Material;
3º) Combinações Defensivas ou Estratégicas;
De Vladmir Pfnuntieff temos :  "As combinações são o diferencial no xadrez. Você precisa desenvolver suas habilidades em xadrez envolvendo combinações. Praticamente todas as partidas de xadrez têm uma combinação. Você precisa aprender a reconhecer  e precisa desferir o golpe !"
Rueben Fine disse: "Combinações são naturais como um sorriso de bebê"
   Cada partida tem uma combinação específica portanto é necessário desenvolver um arsenal de padrões.   




Buscamos idéias concretas de ataque.



A IMORTAL DE ANDERSSEN

ADOLF ANDERSSEN  AGAINST THE WORLD !!!
17/07/2012

    Ricardo Réti ao escrever seu livro Os Grandes Mestres do Tabuleiro, menciona que todo jogador da atualidade deveria   ter nas partidas antigas uma base para as novas realizações.  Sendo assim revisitando o passado, mais precisamente 1851; encontramos a "Imortal de Anderssen", assim denominada por Falkbeer. O co-autor desta obra foi Lionel Kieseritzky. Vamos dar uma olhada:


Apesar de não considerar a mais bonita, Réti menciona outras duas partidas que são compostas de forma brilhante por Anderssen contra Jacob Rosanes, uma delas:


    Achei interessante a posição de Réti em relação aos livros, ele diz que são conselheiros e ainda que se aprende xadrez jogando-se xadrez. Os métodos são somente acompanhantes para o aficionado. O estudo teórico é necessário para avançar, mas só podemos entender as técnicas atuais estudando as antigas. Ricardo Réti afirma ainda que , se desejamos jogar posicionalmente devemos aprender as combinações. Partidas abertas nos ensinam xadrez, e partidas de peão dama nos dão menos derrotas; é o que afirma Réti. O que preferimos na realidade? Partidas fechadas ou Gambitos e partidas abertas?
Andersen foi o que deu ao xadrez uma possibilidade maior e ensinos que perduram até hoje

E OSASCO CHEGOU DE NOVO NOS JOGOS REGIONAIS!!!

RESULTADO NOS REGIONAIS  LEVA A EQUIPE PARA OS ABERTOS
16/07/2012

     Os resultados obtidos pela equipe sub 21 Absoluto permitiu a chegada de Osasco entre os classificados. É claro que Osasco ficou na dependência dos resultados da classificação geral da cidade de São Caetano do Sul. No xadrez São Caetano ficou em primeiro, Osasco em Segundo e Jandira arrancou de Praia Grande o 3º lugar com um final eletrizante no primeiro tabuleiro; o árbitro Marius acusou a queda da seta dando a vitória Jandira. Parabéns Jandira e em especial ao Sr. Etevaldo enxadrista e técnico que há anos defende o Xadrez na Região Oeste de São Paulo.
     O que se viu novamente foram equipes aguerridas, mas no geral sempre há a sensação de que as cidades podem dar melhores recursos aos seus atletas que, longe do seio familiar se dedicam a trazer os resultados para suas cidades. No caso de Osasco é preciso uma maior atenção aos jovem que estão se dispondo a ir e representar a cidade. Abaixo algumas fotos das equipes masculina e feminina.






Nossos parabéns ao Fábio Nery, Renan Araújo, Leonardo Araújo, Moretti, Bruno Morado e Vinícius Leandro. Também estendemos nossos parabéns a comissão técnica representada pelo Erivelton e Sr Oswaldo (xuxu) 
Os resultados finais ficaram assim:

Na categoria livre tivemos:


A classificação Geral que permitiu Osasco ser levados aos abertos foi essa: